Juntos, concretizamos sonhos.

Ao longo de mais de 60 anos de atuação, ajudamos diversas crianças a realizarem seus sonhos através da assistência social e educação.

O Instituto de Assistência a Menores (IAM) de Rio Verde foi fundado em 04 de Janeiro de 1956 com o objetivo de prestar assistência social a menores com necessidade de apoio, através de internamento e instrução intelectual, aprendizado profissional, encaminhamento a cursos superiores, educação espírita e orientação geral para a vida civil.

No dia 11 de Maio de 1973, a Instituição foi declarada como utilidade pública por meio do Decreto Federal de no 72.220, publicado no DOU de 14 de maio de 1973, registrado no Conselho Nacional de Serviço Social do Ministério da Educação e Cultura (proc. 43.260/67), no Conselho Nacional de Serviço Social (proc. 249.395/74) e no Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente em 21 de Fevereiro de 1992.

Até 1999, o IAM havia atendido 214 menores oriundos de famílias de baixa renda, desamparadas e vitimadas por fatores como migração e ausência de trabalho. A partir de 1999, com a elaboração do Plano de Reordenamento Institucional, o IAM buscou novas estratégias de atendimento que otimizasse a utilização das instalações físicas com atividades para crianças e adolescentes.

Nesta nova proposta, foram implantados programas de atendimento como Menino Cidadão – um programa de apoio socioeducativo que buscava meninos que estavam nas ruas para realizar atividades educativas e recreativas nas dependências da Instituição –, o Programa Civil Voluntário – dedicado a promover e resgatar a autoestima de jovens com até 18 anos de idade, preparando-os para a inserção no mercado de trabalho.

Ambos os programas eram realizados com recursos do Governo Federal e contribuíram para a nova proposta do IAM.

Em 2006, procurando adequar-se ao novo código civil e ao crescimento acelerado das questões sociais do município de Rio Verde, o IAM realizou alterações em seu Estatuto, definindo as áreas de atuação para a assistência social, educação e difusão da doutrina espírita.

Atualmente, o IAM conta com atuação no campo Educacional com os programas Escola de Educação Infantil Tia Santinha e Educandário Espírita Paulo Campos, no campo de Assistência Social com os programas Turma da Paz, Menor Melhor e Semente do Amanhã.

Já no campo de Difusão Espírita, são desenvolvidas ações de consolo, esclarecimento e assistência embasados nos preceitos da Doutrina Espírita Cristã, com reuniões públicas, tratamento espiritual, evangelização de crianças, jovens e adultos, Escola de Estudos Espíritas, Campanha de Fraternidade Auta de Souza, Campanha de Esclarecimento Chico Xavier, Sopa Fraterna Bezerra de Menezes, Visita a Hospitais, Culto Cristão no Lar e Atividades Mediúnicas.

Visão

Formar cidadãos éticos, justos e solidários para a transformação social, com ações educacionais, lúdicas e terapêuticas, fundamentadas nos valores humanos.

Missão

Construir uma sociedade mais humana com foco na paz e na justiça.

Objetivos

Realizar atividades que promovam a valorização do ser humano, a convivência familiar e comunitária, criando oficinas interativas com atividades que gerem recursos econômicos para a autossustentação, custeio e ampliação de sua capacidade de atendimento e fortalecer a função protetiva da família, contribuindo na melhoria da qualidade de vida dos seus entes, prevenindo a ruptura de vínculos.

2
Mil Alunos
484
Itens em Inventário
7
Projetos Ativos
23
Orientadores

Ajude as nossas crianças a sonhar

Doe Agora